Parceria Apae Salvador e SESC certifica 19 jovens aprendizes com deficiência

Parceria Apae Salvador e SESC certifica 19 jovens aprendizes com deficiência
01/03/2018

A Apae Salvador realizou, hoje (1/3), a cerimônia de conclusão do curso de Aprendizagem de Auxiliar de Serviços Gerais certificando 19 jovens com deficiência intelectual. Durante um ano, os aprendizes conheceram as rotinas profissionais dividindo o tempo entre a sala de aula no Centro de Formação e Acompanhamento Profissional (Cefap) e as atividades práticas no Serviço Social do Comércio (SESC-BA), empresa parceira da organização.

Ao todo foram 800 horas-aulas e muito aprendizado como destacou o aprendiz, Edson José Lopes. “Trabalhar é bom porque você passa a ter compromisso, ética e responsabilidade. A gente fica independente, deixa de precisar de pai e mãe e passa a ajudar a família”, conta. Edson acabou de formar família e tem uma filha de dois meses. “Todos os dias eu pedia a Deus para que eu pudesse ficar nesse trabalho, e hoje, serei contratado pelo SESC”, comemora.

O gerente de Recursos humanos do SESC de Nazaré, José Antônio, disse que foi um desafio ter uma turma de aprendizes com deficiência intelectual. “O programa de aprendizagem da Apae está de parabéns, outras empresas precisam conhecer esse trabalho”, pontua o gestor. A analista de Recursos Humanos da empresa, Suzana Gutierrez, ressaltou como ponto positivo da presença dos jovens aprendizes o clima organizacional. “A gente muda pessoalmente com essa experiência, ficamos todos tocados”.

A Auditora da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia, Lorena Müller, prestigiou a cerimônia de qualificação e pode conferir os depoimentos dos alunos e familiares sobre o processo de aprendizagem profissional. “Eu acho fundamental o trabalho da Apae na rede de inclusão. É um trabalho sério e muito elogiado”.

Dona Iraci Maria Alves enfrentou as inseguranças pessoais e apostou na oportunidade de qualificação profissional da filha, Iasmin de Jesus Silva. “Eu abri as portas do meu mundo para viver o mundo dela, e ela ficou pronta para enfrentar o mundo.” Feliz com a transformação da filha dona Iraci já pensa na inserção profissional da filha no mercado de trabalho. “Já poderia ter sido ontem, ela está preparadíssima e eu também estou pronta”, conta sorrindo.

A gerente do Cefap, Camila Lima, comemorou a conclusão de mais uma turma de aprendizagem, e explicou que essa formação é fase inicial da qualificação profissional. “Eles participaram do programa de aprendizagem e poderão dar seguimento a vida deles profissional. Eles agora vão se preparar para uma nova etapa no Emprego Apoiado para buscarem novos desafios com um emprego efetivo, sem tempo determinado” .

Segundo a superintendente executiva da Apae, Angela Ventura,  o curso possibilitou uma inclusão efetiva e trouxe entusiasmo para os jovens e suas famílias. “A experiência do SESC foi maravilhosa, eles efetivarão 5 jovens. É um resultado que eu fico muito feliz”, comemora.

Também estiveram presentes ao evento representantes de RHs de empresas parceiras da Apae Salvador no Emprego Apoiado: Natália Galvão (Hospital São Rafael), Sherida Paulino (FTC), Ana Rodrigues (FTC Comércio), Luciana de Oliveira e Poliana Guerra (Sartre Escola Seb).